Expurgo

Como consequência do conflito que pôs em lados opostos os irmãos d. Pedro (1789-1834), defensor da constituição liberal, e d. Miguel (1802-1866), defensor do absolutismo, centenas de liberalistas sofreram expurgos e perseguições pelos partidários de d. Miguel. Entre as vítimas estava meu primo afastado, o bacharel José Pinto Rebello de Carvalho (1788-1870).

Rivalidade

Os assentos paroquiais nos dizem muito sobre a vida de nossos antepassados, mas, com as devidas exceções, trazem apenas informações factuais, tais como datas e locais, além, claro, dos vínculos familiares – pais, avós, tios, irmãos – e de afeto – padrinhos e madrinhas. O que eles não trazem, no entanto, são informações a respeito Leia mais… »

Assassinato

Na noite de 27 de junho último foi assassinado na vila de S. João da Pesqueira, ao recolher-se para sua casa, o Dr. António Júlio Pinto Ferreira, advogado e deputado daquele círculo [na] sessão legislativa que se abriu em janeiro de 1865. […] António Júlio não foi um advogado qualquer. Tampouco foi um reles defunto, Leia mais… »

Antagonista

A seção Figuras Ilustres do portal do município português de Tabuaço, em Viseu, informa que José Pinto Rebello de Carvalho (1788-1870) foi um escritor, político e médico muito envolvido na causa do liberalismo e cita alguns dos principais eventos de sua biografia e dos textos que ele publicou. Do texto descritivo apresentado, extraio a seguinte passagem, Leia mais… »

Hipóteses

Toda boa pesquisa deve começar com uma hipótese ou ao menos com uma pergunta. Assim deve ser também com a pesquisa genealógica, mesmo que as hipóteses ou perguntas não estejam todas formalmente descritas. O caso que passo a descrever envolve um personagem sobre quem já escrevi muitas vezes aqui no blog e de quem certamente ainda Leia mais… »