Vida

Quando buscamos assentos e certidões de nossos antepassados – não importa se para conhecer a história da família ou para obter outra cidadania -, é inevitável que acabemos descobrindo mais do que simples informações factuais como datas e locais de nascimento, casamento e óbito. A maior riqueza dessa busca e das descobertas que fazemos nelas está no conhecimento da história de vida daqueles que nos precederam, mesmo que enxerguemos apenas instantâneos dessas vidas. A vida que quero apresentar aqui é a de meu tio-bisavô paterno Rafael de Araújo (1840-1900).

Leia mais