Retratos

Como cada foto é apenas um fragmento, seu peso moral e emocional depende do lugar em que se insere. Uma foto muda de acordo com o contexto em que é vista […] A exemplo do que Wittgenstein afirmou sobre as palavras, ou seja, que o significado é o uso – o mesmo vale para cada foto. | Susan Sontag. Sobre fotografia. Companhia das Letras, 2004, p. 122

Poucos hoje se dão conta de que houve uma época em que o ato de ser fotografado era cercado de um ritual para o qual as pessoas se preparavam vestindo seus melhores trajes, usando seus acessórios mais caros, arrumando o cabelo e fazendo poses em que procuravam mostrar-se da forma como julgavam transmitir o melhor de si. As fotografias podiam ser enviadas como presentes para parentes e amigos ou expostas em lugar de destaque na sala de visitas. Pois as fotografias já foram assim, e um de seus formatos – o retrato – chegou a ser o gênero mais comercializado no Brasil no início do século XX, segundo nos conta Luísa Kuhl.

Leia mais