Desafios

Embora o FamilySearch seja uma das ferramentas mais relevantes para o genealogista contemporâneo, não se pode ignorar que o uso dele apresenta alguns desafios. Alguns desses desafios dizem respeito a questões intrínsecas, ou seja, relativas ao funcionamento ou à administração/uso da ferramenta; outros, a questões extrínsecas, ou seja, relativas aos curadores dos acervos documentais. Entre as questões intrínsecas estão erros (a) de classificação de livros – p.ex. óbito onde deveria ser matrimônio – e até (b) de localização geográfica, como ocorre com o livro de batismos de 1816-1835 da freguesia de Santo Antônio de Jacutinga, que foi atribuído ao Rio de Janeiro e não a Nova Iguaçu, que seria o correto. Ainda entre as questões intrínsecas estão as que se devem a (c) erros de transcrição cometidos por voluntários durante a indexação de livros paroquiais e civis, que dificultam buscas na ferramenta de Pesquisa de Registros. Finalmente, existem atualmente (d) erros cometidos pela transcrição realizada pela ferramenta de indexação por Inteligência Artificial. Nos casos (c) e (d), caberia aos usuários mais experientes corrigir de forma voluntária os conteúdos indexados incorretamente quando se deparassem com eles.

(mais…)

Fermiana

Minha avó materna Durvalina Rabello Guimarães era filha de Argemira Pereira da Silva, que era filha de pai desconhecido. O nome da avó de Durvalina ficou registrado – Maria Pereira do Céu – , mas nenhum outro documento relacionado a ela foi encontrado, o que a tornou, por algum tempo, o ponto terminal desse ramo de minha árvore familiar. Até que…

(mais…)

Esmeralda

Aos dois de novembro de mil novecentos e três, nesta matriz de Jacutinga, batizei e pus os santos óleos à Ismeralda (sic), nascida a vinte e três de agosto do corrente ano, filha de João Belém e de Theodora Maria da Conceição, ligados só civilmente. Foram padrinhos Álvaro Vieira de Moura Sá e D. Bralia Olympia de Moura Sá.

(mais…)