Encontros

A descoberta de novos ramos familiares e primos distantes e o desbravamento de ramos que pareciam mortos são alguns dos resultados esperados da pesquisa documental e, por vezes com alguma dificuldade, dos testes genéticos. Mas existem formas adicionais de chegar a esses encontros: a participação em grupos dedicados à genealogia que se relacionam às regiões de origem de nossas famílias e a publicação dos resultados de nossas pesquisas em blogues e sítios próprios.

Tive o prazer de receber recentemente a mensagem de um pesquisador que havia lido um texto que publiquei neste blogue em agosto de 2018, portanto há mais de dois anos. O texto – que pode ser lido aqui – trata de uma questão relativa à pesquisa documental: variações nominais em registros de batismo. As pessoas citadas nos registros apresentados eram dos núcleos Pereira Belém e Pereira Ramos, que provavelmente são as origens de meu ramo materno, de Bananal de Itaguaí, hoje Seropédica, no Rio de Janeiro.

O pesquisador havia tido sua atenção despertada pelos nomes dos pais das crianças – Joaquim Pereira Belém e Águeda Maria de Jesus. Segundo ele informou, essas pessoas eram suas antepassadas diretas e delas se originou o ramo de sua família na cidade de Mendes, também no Rio de Janeiro. Desde então, temos colaborado para elucidar o enigma de minha árvore: a origem familiar de meu bisavô maternos João Pereira Belém, que era filho natural de uma mulher chamada Joaquina, que pode ter sido irmã da já citada Águeda Maria de Jesus.

Se para mim o contato trouxe novas possibilidades, para meu interlocutor a pesquisa que eu já havia feito desbravou vários ramos até então desconhecidos de sua árvore. E tudo isso só ocorreu porque eu me dispus a publicar os resultados de minha pesquisa. Eis, portanto, uma forma de colaborar com as pesquisas alheias e de, eventualmente, ser beneficiado pelas pesquisas de outros. Para ter um bloque onde divulgar suas descobertas, você precisará investir apenas tempo e existem inúmeras opções de plataforma por onde começar.


José Araújo é linguista e genealogista.